Governador de Roraima recorre contra impeachment

Anchieta protocola ação na Assembleia Legislativa, que anuncia comissão especial para decidir o seu afastamento

Menezes y Morais, iG Brasília |

O governador de Roraima (RR), Anchieta Junior (PSDB), protocolou nesta terça-feira na Assembleia Legislativa do Estado sua defesa em relação ao pedido de afastamento por crime de responsabilidade, apresentado em duas etapas: dias 20 de outubro e 3 de novembro pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB).Não existe prazo definido para julgamento.

Também hoje, a Assembleia divulgou a composição da Comissão Especial para análise da denúncia contra o governador. A Comissão é composta pelos deputados Aurelina Medeiros (PSDB), Flávio Chaves (PR), Ivo Som (PTN), Leonídio Laia (PRTB), Ionilson Sampaio (PSB), Flamarion Portela (PTC), Chico Guerra (PSDB), Marcelo Cabral (PPS) e Lúcia Peixoto (PR).

Inauguração

Com base em documentos, eles vão discutir e decidir o impeachment. Dois deputados pediram inclusão de seus nomes na Comissão Especial, Chicão da Silveira (PTB) e Jalser Renier (DEM). A sessão ordinária desta terça-feira é a primeira na nova sede do Legislativo, que será inaugurado no dia 25, conforme o deputado Mecias de Jesus (PR).

Na sessão de hoje, os parlamentares também receberam a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de Roraima, que define receita e fixa despesas para o exercício financeiro de 2011, que será votada até o final de dezembro. Deu entrada também o Projeto de Lei que dispõe sobre a criação do Programa de Estímulo a Cidadania Fiscal, de autoria do deputado Raul Lima (PP).

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG