Garotinho: Dilma pediu, mas recusei encontro no Rio

Candidata do PT cumpre agenda no Estado, onde dois candidatos da base, Sérgio Cabral e o ex-governador, devem disputar a eleição

Andréia Sadi, iG Brasília |

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, cumprirá agenda nesta segunda-feira no Rio de Janeiro, Estado onde a base aliada enfrenta mais um impasse de palanque duplo. Candidato à reeleição pelo PMDB, o governador Sérgio Cabral não aceita dividir o apoio da candidata com o ex-governador Anthony Garotinho (PR), que também concorrerá. Dilma já declarou que o palanque do PT no Estado é de Cabral, mas não descarta outros apoios.

Procurado pela campanha petista, no entanto, Garotinho dispensou encontro com a ex-ministra hoje. “Foi pedido um encontro com Dilma pelo pessoal da campanha dela, mas eu não achei conveniente. Se eu me encontrasse com ela, poderia parecer que eu estava indo contra a decisão do meu partido no Estado”, disse o ex-governador ao iG .

Segundo Garotinho, o PR no Estado decidiu esperar a convenção de junho para declarar apoio à candidata do PT. Pela lei, os candidatos são escolhidos nas convenções além da oficialização dos apoios partidários.

Dilma almoçará com prefeitos do Estado no período da tarde. Garotinho disse que Rosinha, prefeita de Campos e sua mulher, foi convidada, mas também não irá. “ Ela tem outros compromissos”, resumiu.

Garotinho, duas vezes governador do Rio, já foi um crítico feroz do presidente Lula e, no passado, costumava atacar publicamente o presidente, época em que atuava como secretário de Segurança Pública na gestão de sua mulher, Rosinha Garotinho, que o sucedeu.

O ex-governador do Rio foi candidato à Presidência em 2002, mas não chegou ao segundo turno da eleição, vencida pelo presidente Lula.

De olho na sucessão estadual em 2010, Garotinho - que deixou o PMDB depois de uma intensa disputa interna com Cabral pelo comando da legenda regional - se filiou ao PR , partido da base do presidente Lula, assim como o PMDB, de Sérgio Cabral.

O iG procurou a equipe da candidata para confirmar o convite, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffPTPMDBPRAnthony Garotinho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG