Negociações para que o partido integre o governo Alckmin estão perto de desfecho, afirma presidente do DEM, José Agripino (RN)

selo

O presidente nacional do DEM, senador José Agripino (RN), afirmou que as negociações para que o partido integre o governo de Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo estão "bem avançadas e perto de um desfecho". Agripino confirmou ainda que o deputado federal Rodrigo Garcia (DEM-SP) "é o nome do partido para integrar o governo", disse. Só falta, segundo ele, definir o cargo que o parlamentar ocupará caso as negociações com Alckmin tenham sucesso.

Enquanto o DEM pleiteia a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, ocupada por Guilherme Afif Domingos, Alckmin quer dar ao partido a Secretaria de Agricultura, vaga com a saída de João Sampaio. Agripino evitou comentar se haverá mais alguma reunião entre a cúpula do DEM com o governador paulista para ratificar a escolha de Garcia, mas deu sinais de que ela sequer pode ocorrer após os vários encontros já ocorridos. "Está muito bem encaminhado", afirmou o senador.

Na manhã de hoje, o governador paulista afirmou que anunciará "nos próximos dias" um substituto para Sampaio, mas não quis comentar se o nome será técnico ou político.

Já Garcia esteve pela manhã no Palácio dos Bandeirantes, mas deixou a sede do governo paulista sem atender os jornalistas.Sampaio deixou a Secretaria de Agricultura após quatro anos e quase quatro meses. A exoneração deve ser formalizada amanhã com a publicação no "Diário Oficial" do Estado de São Paulo.

Até a escolha do substituto, o secretário-adjunto Antonio Julio Junqueira Queiroz deve permanecer interinamente no cargo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.