'Filiados' tucanos desconhecem o partido em São Paulo

'Filiados' dizem ter passado seus dados eleitorais a entidades das quais recebiam leite distribuído pelo governo estadual, do PSDB

AE |

selo

Entre os filiados tucanos aptos a votar nas prévias que definirão o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo há pessoas que sequer conhecem o partido e que dizem ter passado seus dados eleitorais a entidades das quais recebiam leite distribuído pelo governo estadual, administrado pela legenda. Até simpatizantes do PT estão na lista oficial tucana. Ao entrar em contato com 40 integrantes da "base" do PSDB nas regiões leste e sul, áreas de baixa renda onde há concentração de "tucanos", o jornal O Estado de S. Paulo encontrou moradores que ignoravam a condição de filiados.

Leia também: Secretário de Alckmin enfrenta manifestantes em SP

Cinco mulheres da zona eleitoral Vila Jacuí apontaram entidades associadas ao programa Vivaleite, da Secretaria de Desenvolvimento Social do governo estadual, como possível explicação para seu vínculo com o partido. Foram citadas a Associação para Qualificação Profissional e Social dos Moradores do Jardim Pedro Nunes (Aqualiprof), dirigida por Wellington Machado, presidente do diretório do PSDB da Vila Jacuí, e a Assocam, presidida por Idevanir Arcanjo de Souza, também filiado ao partido.

AE
Filiados poderão escolher entre os pré-candidatos tucanos à Prefeitura: Trípoli, Matarazzo, Aníbal e Covas (da esquerda para a direita)

A Vila Jacuí - zona eleitoral com maior concentração de tucanos "de carteirinha", conforme mapeamento publicado pelo Estado na semana passada - é região de grande influência do vereador Adolfo Quintas (PSDB). No final de 2009, o parlamentar participou de um evento de Natal com Idevanir na região onde foram feitas as filiações. Também há mensagem de Wellington Machado elogiando-o em site ligado ao partido. Nas prévias, Idevanir diz que irá apoiar o deputado Ricardo Tripoli. Machado declarou apoio ao secretário Bruno Covas (Meio Ambiente).

Mais de 20 mil pessoas poderão votar nas prévias, marcadas para março. Líderes tucanos temem que a filiação de pessoas sem vínculos com o partido favoreça determinado candidato - estão também na disputa os secretários Andrea Matarazzo (Cultura) e José Aníbal (Energia).

"Não sabia que estava filiada", disse Ana Luiza Miranda Berlink. "Mandaram um cartãozinho com uns folhetos. Como eu faço muito cadastro de casa própria, pensei que fosse isso. E meus filhos recebiam leite daquele programa. Pode ter sido alguma dessas vezes", declarou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: PréviasPSDBSão PauloEleições 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG