Filho do ex-ficha suja Jader Barbalho quer ficha limpa em prefeitura

Hélder Barbalho encaminhou projeto à Câmara Municipal de Ananindeua na quinta-feira; pai foi barrado pela Lei da Ficha Limpa em 2010

Wilson Lima, iG Maranhão |

O prefeito de Ananindeua, cidade na região metropolitana de Belém, Helder Barbalho (PMDB), quer barrar a contratação de pessoas para o município com base nas restrições da Lei da Ficha Limpa. Helder é filho do senador Jader Barbalho (PMDB-PA), que foi impedido de assumir o cargo até o final do ano passado por conta da lei 135/201 0.

O projeto de emenda à Lei Orgânica do Município foi encaminhado à Câmara de Vereadores de Ananindeua na quinta-feira. Interlocutores afirmam que Helder se antecipou a uma medida do executivo paraense que também tenta barrar fichas sujas da administração estadual.

Filho de Jader Barbalho mostra a língua na posse de Jader Barbalho

Após a sanção da lei, pessoas com condenações em colegiados ou que tiveram contas reprovadas não poderão fazer parte da administração municipal. Ananindeua é o primeiro município do Pará que se manifesta favorável a adotar medida semelhante.

Mais sobre as contas dos candidatos:

Candidatos que tiveram as contas rejeitadas em 2010 estão inelegíveis

Norma do TSE cria insegurança jurídica, afirmam especialistas

Nova regra deixa senador Ivo Cassol inelegível em 2012

Maranhão tem ao menos dois mil fichas sujas, diz Tribunal de Contas

O pai de Helder, Jader, foi barrado em 2010 por causa da Ficha Limpa. O julgamento do caso de Jader Barbalho durou todo o ano de 2011 e foi decidido apenas em dezembro quando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cézar Peluzo, desempatou a questão em favor de Barbalho.

Apesar de ter conseguido cerca de 1,8 milhões de votos em 2010, Jader Barbalho havia sido barrado pela lei da Ficha Limpa por ter renunciado ao cargo de senador em 2001 para escapar de um processo de cassação. Na época, ele foi acusado de envolvimento de desvio de recursos públicos da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). Ele foi recém-empossado em dezembro.

AE
Daniel Barbalho, de 9 anos, mostra a língua para os fotógrafos no Senado

    Leia tudo sobre: barbalhoananindeuaeleições2012eleiçõespaficha limpaficha suja

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG