FHC diz torcer por aproximação PSDB-PMDB defendida por Aécio

Ex-presidente diz esperar que os dois partidos unam forças também em outros Estados além de Minas Gerais

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Reprodução
Para ex-presidente disse acreditar na de Aécio de articular aliança
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse esperar que a aproximação de tucanos com peemedebistas em Minas tenha reflexos em outros Estados. Na semana passada, oito deputados estaduais do PMDB anunciaram saída do bloco de oposição ao governo Antonio Anastasia (PSDB) e o senador Aécio Neves (PSDB) sinalizou que buscará o diálogo com o PMDB para construir projetos políticos.

“Espero que sim. Tenho muita confiança na capacidade do senador Aécio Neves, ele é um bom articulador e se está fazendo uma coisa que é boa para Minas, vai ser bom para o Brasil”, respondeu FHC sobre se avaliava ser possível que o PSDB se aproxime de peemedebistas em outros Estados.

Em entrevista nesta segunda-feira, o senador Aécio Neves disse que o PSDB nasceu de uma “costela” do PMDB e sinalizou a necessidade de entendimento. Para o senador, a saída dos peemedebistas do bloco de oposição deve refletir um novo posicionamento. “Eles deram uma sinalização e nós devemos corresponder. Por isso, estamos abertos ao diálogo.”

O tucano, cotado para disputar a Presidência em 2014, alfinetou novamente a gestão da presidenta Dilma Rousseff no que diz respeito à falta de obras de infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014. Aécio, inclusive, citou o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, com quem disse ter conversado no último final de semana. “Ele traçou um cenário quase que trágico. Falta ação concreta de investimentos em mobilidade e é perigosa a flexibilidade nas licitações.”

    Leia tudo sobre: fhcminas geraisaécio neves

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG