FHC diz que tucanos querem Brasil "em mãos limpas"

Ex-presidente afirma que o PSDB pode fazer "mais e melhor"

iG São Paulo |

No lançamento da pré-candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) ao governo de São Paulo, hoje pela manhã na capital paulista, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez um dos discursos mais fortes e contundentes do dia.

AE
Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi homenageado pelos tucanos no lançamento da pré-candidatura de Geraldo Alckmin ao governo de SP

Ele conclamou os presentes a ganhar as eleições porque, na sua avaliação, os tucanos podem fazer mais, melhor e com mais decência pelo País. "O futuro depende de eleger Serra (pré-candidato do PSDB à sucessão presidencial) no Brasil e Alckmin em São Paulo, se não, sabe Deus o caminho que vamos ter, com a inexperiência e falta de civilidade. Queremos o Brasil em mãos limpas," pregou.

O presidenciável José Serra disse que "o governo não é curso de graduação, de madureza em que se entra para aprender", numa crítica indireta à concorrente do PT, Dilma Rousseff, que foi taxada de inexperiente pelos correligionários do PSDB presentes ao evento de hoje, realizado no Expo Center Norte. Ainda nas críticas, Serra disse que é importante "a prática da verdade, a não engambelação através de talentos oratórios". E reafirmou que a luta de sua legenda é para fortalecer o Brasil.

Ao encerrar os discursos, o pré-candidato Geraldo Alckmin elogiou as gestões de FHC e José Serra. "Para o Brasil, a hora é de José Serra na Presidência da República", disse. O ex-presidente FHC, que vinha sendo tratado com discrição pelos correligionários de sua legenda, hoje foi homenageado pelos colegas de partidos e aliados. "Presidente Fernando Henrique, temos muito orgulho de seu trabalho e da sua liderança", disse Alckmin, aplaudido em pé pela plateia, estimada pelo PSDB em cerca de 5 mil militantes.

No evento, que durou aproximadamente duas horas e terminou por volta das 13 horas, sobraram críticas à gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua pré-candidata à sucessão, Dilma Rousseff, e elogios e moção de apoio à pré-candidatura de Serra ao Palácio do Planalto.

    Leia tudo sobre: Geraldo AlckminPSDBSão PauloJosé SerraFHC

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG