Família de Alencar já deixou hospital, diz ex-deputado

São esperadas no Sírio-Libanês as visitas do governador Geraldo Alckmin, que estava em Brasília para homenagem a Mário Covas

Nara Alves, iG São Paulo |

O ex-deputado João Caldas (PSDB) afirmou hoje, à saída do Hospital Sírio-Libanês, que a família do ex-vice-presidente José Alencar já deixou o local em direção a Brasília, onde o empresário será velado com honras de Estado a partir desta quarta-feira. "Não me encontrei com a família. Eles já foram embora e vão velar o corpo em Brasília", afirmou Caldas.

Segundo o ex-deputado, foi a partir de seu convite que Alencar aceitou migrar do PMDB para o PL (partido que deu origem ao atual PR a partir de 2007) para ser vice do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva. "Alencar foi o grande avalista da candidatura do Lula. Ele deu confiança aos empresários", lembrou.

Mulher e filho do empresário mineiro receberam no início da tarde o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que decretou luto de três dias na cidade. Amigos do ex-vice que estiveram no hospital não foram autorizados a subir.

São esperadas no Sírio-Libanês as visitas do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que se encontrava em Brasília para uma homenagem a Mário Covas. O vice-presidente Michel Temer também deve comparecer ao hospital nesta terça-feira.

A presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estão em viagem a Portugal, vão antecipar a volta ao Brasil para homenagear Alencar.

O corpo de Alencar será velado no Palácio do Planalto na quarta-feira. Na quinta-feira, o corpo será enterrado Belo Horizonte, na capital mineira.

    Leia tudo sobre: josé alencarsirio-libanês

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG