Ex-governador de Pernambuco Cid Sampaio morre aos 99 anos

Governador Eduardo Campos cancela atos de encerramento de sua campanha para comparecer ao funeral do político

Agência Estado |

selo

O ex-governador de Pernambuco Cid Sampaio morreu nesta manhã, aos 99 anos. Ele estava internado no Hospital Português desde terça-feira com insuficiência pulmonar.Seu corpo já está sendo velado, e o enterro vai ocorrer às 17h no cemitério Morada da Paz, no município de Paulista, região metropolitana de Recife.

A morte de Cid levou o governador Eduardo Campos (PSB), candidato à reeleição, a cancelar os atos de encerramento da campanha, que seriam realizados em Caruaru, no agreste, pela manhã, e no centro do Recife, no final da tarde. Campos, que foi ao velório do ex-governador, justificou sua decisão como reverência à história e à vida de um homem que esteve presente na história política do Estado por mais de 50 anos.

Cid Sampaio e o avô de Eduardo Campos, Miguel Arraes, eram concunhados. A mulher de Cid, Dulce, era irmã da primeira mulher de Arraes, Célia. Com isso, a mãe de Eduardo, a deputada federal Ana Arraes (PSB), filha de Arraes e Célia, que deve se reeleger como campeã de votos, era sobrinha afim de Cid Sampaio.

Cid foi governador do Estado em 1958 e exerceu também os mandatos de deputado federal e senador. Embora aliado de Arraes, os dois nunca foram unidos. Na última vez em que tentou retornar ao Palácio do Campo das Princesas, em 1994, Cid foi derrotado por Arraes.

    Leia tudo sobre: pernambucoex-governadormorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG