Exames de Lula confirmam desaparecimento de tumor

Ressonância e laringoscopia detectaram "ausência de tumor visível, revelando apenas leve processo inflamatório", segundo médicos

iG São Paulo |

Exames realizados na manhã desta quarta-feira no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmaram que o tumor na laringe desapareceu, de acordo com médicos do Hospital Sírio-Libanês. Apesar do desaparecimento do tumor, Lula só será dado como curado do câncer daqui a cinco anos, caso não haja recidiva.

Leia mais: Emocionado, Lula liga para Marisa e Dilma para dar boa notícia

Poder Online: De Cuba, Chávez envia mensagem para celular de Lula

Divulgação/Instituto Lula
Ex-presidente no Instituto Lula, depois de fazer os exames que confirmam o desaparecimento do seu tumor

De acordo com o boletim médico, os exames detectaram "ausência de tumor visível, revelando apenas leve processo inflamatório nas áreas submetidas à radioterapia, como seria esperado". Lula chegou ao hospital hoje por volta das 8h e foi submetido a ressonância nuclear magnética e laringoscopia, segundo o hospital.

O tratamento de Lula começou no dia 31 de outubro e incluiu sessões de quimioterapia e de radioterapia. A última sessão de radioterapia ocorreu no dia 17 de fevereiro. O último exame detalhado realizado por Lula, realizado em dezembro, já havia apontado uma redução do tumor de 75% em relação ao seu tamanho inicial, de 2,5 centímetros de diâmetro.

Galeria de imagens: Relembre as visitas que Lula recebeu durante o tratamento

Leia o boletim médico na íntegra:

"O ex-presidente da República, Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, esteve no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na manhã de hoje (28/03), para realização de exames e avaliação dos resultados do tratamento ao qual foi submetido.

Foram realizados exames de ressonância nuclear magnética e laringoscopia, que mostraram a ausência de tumor visível, revelando apenas leve processo inflamatório nas áreas submetidas à radioterapia, como seria esperado.

O ex-presidente continua realizando sessões de fonoaudiologia e iniciará programação de avaliações periódicas.

A equipe médica que o assiste é coordenada pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Artur Katz, Paulo Hoff, João Luís Fernandes da Silva, Luiz Paulo Kowalski e Rubens de Brito Neto."

Atividades

Nas últimas semanas, devido à baixa imunidade, o ex-presidente teve nesse período inflamação na garganta e ficou internado por causa de uma pneumonia. Mesmo assim, Lula continuou recebendo visitas tanto em seu apartamento em São Bernardo do Campo como no hospital. Ontem, Lula recebeu no hospital a visita do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso , com quem conversou durante 50 minutos.

Ricardo Stuckert/Divulgação
Ex-presidentes tiveram um encontro amigável no hospital Sírio-Libanês

Na sexta-feira, a expectativa é que Lula participe de evento realizado por seu instituto sobre regionalização de políticas públicas no Hotel Jaraguá, em São Paulo.

O câncer

O câncer de laringe está altamente associado ao fumo e ao consumo de álcool. Se descobertos em estágio inicial, 90% dos casos são curáveis. Se o câncer se espalhou para as áreas ao redor da laringe (gânglios linfáticos e pescoço) as chances de cura ficam entre 50% e 60%. Os tratamentos incluem cirurgia para remoção do tumor, radioterapia e quimioterapia.

(Com Agência Estado)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG