Estreia internacional de Dilma terá detalhes definidos hoje

Patriota visita hoje Montevidéu para uma série de reuniões, entre elas um encontro com o presidente José Mujica

Agência Brasil |

A primeira etapa da agenda internacional da presidenta Dilma Rousseff será fechada hoje (18) no Uruguai. O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, está em Montevidéu para uma série de reuniões que incluem encontro com o presidente uruguaio, José Pepe Mujica, e mais cinco ministros. A ideia é que Dilma faça todo o circuito do Mercosul – Argentina, Paraguai e Uruguai – até o final de março a começar por Buenos Aires no próximo dia 31.

Logo cedo, Patriota tem encontro marcado com o ministro das Relações Exteriores do Uruguai, Luis Almagro. Em seguida, ele se reúne com os ministros Roberto Kreimerman ( Indústria, Energia e Mineração), Luis Rosadilla (Defesa Nacional), Enrique Pintado (Transporte e Obras Públicas) e Ricardo Erlich (Educação e Cultura). Só no final do dia ocorrerá a conversa com Mujica.

O objetivo das reuniões é avançar nas discussões nas áreas de infraestrutura, integração produtiva e ciência e tecnologia. Desde o ano passado progrediram os projetos sobre o porto de águas profundas em La Paloma, a construção do centro de feiras e convenções em Montevidéu, a hidrovia da Lagoa Mirim e portos fluviais.

Outra ideia é definir as obras de construção de pontes sobre o rio Jaguarão, que liga os municípios de Jaguarão e Rio. Também deverá ser incluída na discussão a recuperação da ponte Barão de Mauá – por onde passam os turistas que tentam ir de um país ao outro.

Para o Uruguai, o Brasil é o principal parceiro comercial. No ano passado, o intercâmbio atingiu US$ 3,1 bilhões. Em decorrência do crescimento de quase 27% na exportação de produtos uruguaios para o Brasil, o comércio, segundo analistas, ficou mais equilibrado - com um pequeno superávit de US$ 43 milhões em favor do Uruguai.

Na semana passada, a presidenta decidiu adiar para meados de fevereiro a visita ao Uruguai, que estava prevista para o próximo dia 1º. A viagem ao Paraguai está agendada para o dia 26 de março. Em fevereiro, a presidenta irá ao Peru, onde participa de uma cúpula que reúne países sul-americanos e árabes.

Em Montevidéu, na visita de Dilma, serão firmadas parcerias nas áreas econômica e tecnológica. Pelo menos sete propostas de ratificação de acordos são preparadas. Dilma e Mujica conversaram longamente após a posse da presidenta no começo do ano. Eles têm histórias políticas comuns pois combateram as ditaduras militares.

    Leia tudo sobre: diplomaciadilma rousseffantonio patriota

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG