Esquema de corrupção no RN desviou R$ 2 mi, diz PF

Polícia Federal apura desvio de verbas em obras de duplicação da BR-101; dois já foram presos na operação

Agência Estado |

selo

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje no Rio Grande do Norte uma operação contra suposto esquema de corrupção nas obras de duplicação da BR-101, no trecho entre a cidade de Arez (RN) e o limite com o Estado da Paraíba. Segundo estimativa da PF, o desvio de verbas por meio de superfaturamento e pagamentos indevidos chegou a R$ 2 milhões.

Entre os presos na operação está o engenheiro Gleidson Maia, diretor regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e sobrinho do ex-diretor geral do Senado Agaciel Maia (PTC). Além dele, também foi detido o superintendente do DNIT, Fernando Rocha.

Ao todo, a PF cumpriu seis mandados de prisão temporária e nove mandatos de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e em Pernambuco. Cerca de 50 agentes da Polícia Federal e seis auditores da Controladoria Geral da União participaram do trabalho.

    Leia tudo sobre: desvio de verbascorrupçãornpfGleidson Maia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG