Aliados de Geraldo Alckmin alegam que senador demonstra disposição em disputar prefeitura; ele nega intenção de concorrer

Aliados do governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmam que o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) disse a eles estar disposto a entrar na disputa eleitoral pela prefeitura paulistana em 2012 com a condição de que não tenha de participar de prévias. Aloysio, por sua vez, nega que tenha a intenção de se apresentar.

Abertamente, Aloyisio nega planos de concorrer
Futurapress
Abertamente, Aloyisio nega planos de concorrer
O senador tem dialogado com o grupo de Alckmin, que vê em Aloysio a possibilidade de unir antigos parceiros que ameaçam voo solo em 2012, caso o candidato tucano não seja o ex-governador José Serra ou alguém ligado a ele. O DEM e o PSD são dois partidos que já sinalizaram essa condição para apoiar o PSDB.

No tucanato paulista, avalia-se que, sem uma coligação forte, o partido não conseguirá eleger o sucessor de Gilberto Kassab. Com os sinais emitidos por Serra de que não pretende ser candidato, Aloysio passou a ser o nome capaz de fazer convergir interesses serristas e alckmistas.

Os aliados do governador avaliam que para pavimentar o caminho da candidatura do senador, Alckmin teria de convencer a desistir da disputa tucanos que já manifestaram interesse na candidatura. O secretário de Energia, José Aníbal, é um dos descontentes com a movimentação em torno de Aloysio. Ele tem lembrado a interlocutores que abriu mão de disputar o Senado em 2010 em prol do colega. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.