Escuta flagra cobrança do prefeito de Campinas à mulher

Diálogos mostram ação do grupo para dificultar investigações sobre os pagamentos de propina e as fraudes em contratos públicos

AE |

selo

O Ministério Público Estadual (MPE) interceptou conversas telefônicas da primeira-dama de Campinas, Rosely Nassim Jorge dos Santos, com o prefeito Hélio de Oliveira Santos, o Dr. Hélio (PDT), e dos então secretários de Segurança, Carlos Henrique Pinto, e Comunicação, Francisco de Lagos Viana Chagas.

Os diálogos com os dois últimos mostrariam manobras do grupo para prejudicar as investigações sobre pagamentos de propinas e fraudes em contratos da prefeitura. Já Dr. Hélio foi flagrado cobrando explicações da mulher sobre um dos contratos da Sanasa, a empresa de saneamento da cidade.

Dr. Hélio não é alvo da investigação nem estava sendo monitorado, mas acabou caindo no grampo indiretamente - sua mulher, Rosely, é que era alvo da interceptação, feita com autorização judicial. Em 18 de abril, os investigadores surpreenderam o prefeito ligando para Rosely, às 12h46. Dr. Hélio perguntou se a empresa Solução Transportes e Logística Ltda. tinha algum contrato com a Sanasa.

A preocupação do prefeito tinha motivo. É que os promotores haviam descoberto que Rosely era sócia da empresa, que não foi por ela relacionada em sua declaração de bens publicada pelo Diário Oficial do Município.

Para os promotores, a primeira-dama liderava uma quadrilha instalada dentro da prefeitura que tinha tentáculos na Sanasa e em outras áreas da administração, como a concessão de licenças para empreendimentos imobiliários e de alvarás para o comércio em Campinas.

De acordo com a promotoria, as conversas indicam que os acusados tentavam "obter informações privilegiadas sobre o caso". "A partir de determinada data passaram a mencionar, expressamente, que tinham ciência de que as comunicações telefônicas estavam sendo monitoradas". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: Campinasfraudeslicitações

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG