Escolhido do PT para comandar Câmara, Maia está no 1º mandato

Beneficiado pela desistência dos concorrentes, petista deve assumir presidência da Casa graças a acordo com PMDB

iG Brasília |

Alçado à posição de candidato oficial do PT à presidência da Câmara, o deputado federal Marco Maia (RS) exerce apenas seu primeiro mandato eleito. Em 2005, ele chegou à Casa legislativa como primeiro suplente. Aos 45 anos, o ex-torneiro mecânico assumirá em fevereiro seu segundo mandato. Dentro do PT, ele pertence à corrente interna majoritária Construindo um Novo Brasil (CNB), a mesma do futuro chefe da Casa Civil Antonio Palocci.

Marco Maia é atualmente o primeiro vice-presidente da Câmara. Ele presidiu sessões plenárias na ausência do presidente Michel Temer (PMDB-SP), que neste ano de 2010 teve de se dedicar à campanha de vice-presidente na chapa vitoriosa comandada por Dilma Rousseff (PT). Na interinidade, ganhou a confiança dos colegas e não teve problemas durante as sessões.

Gaúcho nascido no município de Canoas conquistou mais de 122 mil votos em outubro passado. Ficou com a nona posição na lista dos mais votados. Entre os deputados petistas, foi o quarto mais bem colocado. Acabou superado por Paulo Pimenta, Henrique Fontana e Maria do Rosário. Essa última será nomeada ministra da Secretaria de Direitos Humanos.

Marco Maia foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas no começo dos anos 80. Ele também foi dirigente da Central Única dos Trabalhadores, onde ocupou o posto de tesoureiro. Antes de ocupar o posto de primeiro vice-presidente da Câmara, foi membro titular da comissão do Trabalho.

    Leia tudo sobre: eleições dilmaeleições serrapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG