Empresa de senador leva R$ 57 mi da Petrobras sem licitação

Manchester Serviços Ltda, de Eunício Oliveira (PMDB-CE), fez oito contratos sem concorrência pública com a estatal

AE |

selo

AE
Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), em foto de fevereiro

Documentos da estatal mostram que foram feitos, entre fevereiro de 2010 e junho de 2011, oito contratos consecutivos com a Manchester.

Os prazos de cada um dos contratos são curtos, de dois a três meses de duração, e tudo por meio de "dispensa de licitação", ou seja, sem necessidade de concorrência pública.

Eleito senador em outubro, Eunício é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Casa.

Cerca de R$ 25 milhões foram repassados pela Petrobras à Manchester em 2010, ano de eleições.

A nove dias do segundo turno presidencial, por exemplo, Petrobras e Manchester fecharam um novo contrato - via "dispensa de licitação" e pelo prazo de 90 dias - no valor de R$ 8,7 milhões.

Desde então, já no governo de Dilma Rousseff, novos contratos foram celebrados sem concorrência pública com a empresa do senador, entre eles um de R$ 21,9 milhões (de número 4600329188) para serviços entre abril e junho deste ano.

A Manchester tem sede em Brasília, mas instalou filial em Macaé num sobrado de uma rua sem saída, a poucas quadras da sede da Petrobrás na cidade fluminense. A empresa é contratada para fornecer mão de obra terceirizada à estatal, incluindo geólogos, biólogos, engenheiros e administradores.

A Petrobras confirmou os valores e a "dispensa de licitação" e informou que novos contratos foram feitos com a Manchester sem concorrência pública "em decorrência de problemas em processo licitatório". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: políticapetrobraslicitaçãoEunício Oliveira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG