Em vídeo, ex-ministro dos Transportes sugere favorecimento a PR

"Tu não tá nem no partido e já tá conseguindo arrancar as coisas daqui, imagina quando estiver no partido", diz Nascimento a deputado

iG São Paulo |

Um vídeo de 2009 obtido pela revista IstoÉ mostra uma reunião entre o então ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR), o presidente do Partido Republicano (PR), deputado Valdemar Costa Neto, e o deputado Davi Alves da Silva Júnior (PR), na época filiado ao PDT do Maranhão, em que os três conversam sobre a liberação de uma verba de R$ 1,5 milhão. Na sequência, o então ministro diz a Davi: “Rapaz, tu não tá nem no partido e já tá conseguindo arrancar as coisas daqui. Imagina quando estiver no partido!”.

Segundo a revista, o vídeo foi gravado em Brasília, no gabinete do ministro, que foi demitido por Dilma Rousseff na tarde desta quarta-feira após uma série de denúncias de corrupção na pasta. A situação do ex-ministro dos Transportes estava complicada desde o fim de semana, quando reportagem da revista Veja revelou a existência de um suposto esquema de cobrança de propina comandado no interior da pasta. De acordo com a Veja , comissões eram cobradas sobre o valor de obras do setor e o dinheiro abastecia o PR.

A gravação divulgada hoje pela revista IstoÉ   foi feita na tarde de 24 de junho de 2009. Na conversa, o ex-ministro libera R$ 1,5 milhão para um projeto na cidade de Imperatriz, base eleitoral de Davi. No dia 19 de agosto daquele ano, o mesmo deputado se desfiliou do PDT e ingressou no PR. Um mês depois, segundo a revista, Davi Júnior conseguiu a liberação de recursos para outra obra vinculada aos Transportes. Dessa vez, com orçamento de R$ 340 milhões.

O vídeo mostra, ainda, a interferência de Valdemar Costa Neto na liberação de verbas da pasta. O deputado é réu no processo do mensalão, acusado de receber R$ 11 milhões do publicitário Marcos Valério.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG