Em SP, militante de ONG contra corrupção é ameaçado de morte

Sérgio Ronco é conselheiro da Amarribo Brasil, uma das mais conhecidas organizações não-governamentais de combate à corrupção

AE |

selo

O jornalista Sérgio Ronco, conselheiro da Amarribo Brasil , uma das mais conhecidas organizações não-governamentais de combate à corrupção, com sede em Ribeirão Bonito, interior de São Paulo, procurou proteção policial por estar sendo ameaçado de morte.

Na tarde de ontem, ele recebeu ligação telefônica de uma pessoa conhecida alertando-o de que um político tem afirmado reiteradamente que irá acabar com a sua vida. "A pessoa que me ligou é idônea, sabe do que está falando". De acordo com Ronco, o autor da ameaça é político "da ativa" no município e, como outros políticos da cidade, tem sido cobrado no blog mantido pelo jornalista e no jornal da Amarribo.

Deixamos, inclusive, de registrar o boletim de ocorrência aqui (em Ribeirão Bonito) porque a cidade é pequena e a pessoa tem influência

Ronco entrou em contato com a Polícia Civil de São Carlos e, por recomendação das autoridades policiais, não divulgou o nome do suposto autor da ameaça. "Deixamos, inclusive, de registrar o boletim de ocorrência aqui (em Ribeirão Bonito) porque a cidade é pequena e a pessoa tem influência". De acordo com Ronco, o político repetiu várias vezes que irá matá-lo, inclusive na presença de outras pessoas. "Além do meu conhecido, três pessoas estavam no local e ele falou de forma incisiva que iria acabar com a minha vida".

A Amarribo Brasil repudiou a ameaça ao jornalista e membro de seu conselho de administração. Segundo a entidade, "mais uma vez, quando entidades e cidadãos tentam fazer com que as leis do País sejam cumpridas e que o patrimônio público não seja lesado, os autores do malfeito reagem com ameaças".

A Amarribo salientou a militância do jornalista Sérgio Ronco na luta anticorrupção. "O cidadão Sergio Ronco que recebeu as ameaças não é nascido em Ribeirão Bonito, mas escolheu como sua cidade, aqui se estabeleceu, trabalhou e cresceu". Ronco foi um dos fundadores da ONG e lutou juntamente com outras pessoas para livrar a cidade de personalidades corruptas. A entidade acredita que a ameaça derive da divulgação do "escandaloso aumento de 112% na Câmara Municipal de Ribeirão Bonito".

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG