Em palestra no México, Lula pede união para acabar com pobreza

Ex-presidente pede para Brasil e México reforçarem alianças para transformar América Latina

EFE |

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta terça-feira aos empresários e governos do México e Brasil para fortalecerem suas alianças e criar companhias conjuntas para transformar a América Latina em um continente rico além de acabar com a pobreza.

"Os governantes precisam acreditar que é possível mudar nos próximos 10 anos o que não alcançamos no século passado, não podemos nos dar o luxo de não fazer nada", disse o ex-líder na reunião de conselheiros do BBVA Bancomer, filial do grupo financeiro espanhol BBVA, na capital mexicana.

Lula explicou que a ideia não é levar empresas brasileiras ao México para deslocar outras, mas para estabelecer alianças, criar uma nova frente de empresários, e juntos mudar o mundo para transformar a América Latina em um continente rico.

"Devemos construir empresas associadas para termos companhias multinacionais conjuntas, pois não somos adversários, mas aliados", indicou o político brasileiro, que ainda ressaltou a importância de aproveitar as semelhanças e a não repetir os erros do passado. Enquanto mais aliados houver, "temos mais oportunidade de sobreviver a qualquer crise", assegurou.

    Leia tudo sobre: Lulaex-presidenteMéxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG