Em ato falho, Vaccarezza diz que Luiz Sérgio fez bom trabalho

Líder do governo na Câmara comete gafe ao comentar o trabalho do ministro das Relações Institucionais de Dilma

iG São Paulo |

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), usou o verbo no passado para se referir ao trabalho do atual ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, sobre o qual especulam rumores de que deixará o cargo em breve. "Luiz Sérgio fez um bom trabalho de articulação", disse Vaccarezza, justificando que o verbo foi utilizado no passado simplesmente porque ele se refere ao trabalho realizado pelo ministro até hoje.

AE
O líder do governo na Câmara Vaccarezza e o ministro da Relações Institucionais Luiz Sérgio
Vaccarezza negou ter sido convidado para ocupar o lugar do ministro e também refutou a tese de que o PT "tem fritado" Luiz Sérgio, por causa das disputas internas do partido pelo cargo no Ministério das Relações Institucionais. Ele disse que o PT está completamente pacificado. "É injusto dizer que o PT fez 'fritura'", afirmou Vaccarezza, que participou da cerimônia da Marinha do Brasil, que irá agraciar personalidades com a Ordem do Mérito Naval.

Segundo o iG apurou Vaccarezza fez, desde ontem, uma romaria com lideranças do PMDB. Além do vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB Michel Temer, reuniu-se com o presidente do Senado, José Sarney (AP), e o líder da bancada Renan Calheiros. Líder peemedebista na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN) também apoia o nome do deputado petista. Temer e seu partido têm simpatia pelo nome do deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) como novo ministro das Relações Institucionais.

Também cotada para a pasta, a ministra Ideli Salvatti (Pesca) tem, no entanto, o apoio do ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência da República). Nesta quinta-feira, Ideli e Dilma participaram de um evento político em Blumenau (Santa Catarina). Apesar preferência por Vaccarezza, o PMDB não vetará Ideli. Senadora até janeiro deste ano, ela teve boa relação com bancada peemedebista na Casa.

* Com informações da Agência Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG