Em 1ª visita a Europa, Dilma participa de homenagem a Lula

Apesar de reuniões com autoridades do país, não há previsão de que Dilma assine acordos bilaterais

EFE |

A presidenta Dilma Rousseff inicia nesta terça-feira (29) uma visita de dois dias a Portugal, a primeira de sua gestão a um país europeu. Na agenda, Dilma passa por Lisboa e Coimbra, tem encontros com líderes portugueses e participa de uma homenagem ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva . Apesar das reuniões com autoridades do país, não há previsão de que Dilma assine acordos bilaterais.

Dilma desembarca de Brasília rumo a Lisboa às 21 horas desta segunda-feira. Assim que chegar, a presidenta segue direto para a cidade de Coimbra, onde fará uma visita à Universidade de Coimbra e conversará com as autoridades da instituição.

Na quarta-feira, assistirá à cerimônia de concessão do título de doutor Honoris Causa a Lula em reconhecimento à atenção que o ex-presidente dedicou "aos grandes problemas do mundo" e a preservar a amizade entre os dois países. Está previsto também um almoço em homenagem a Lula com a presença do presidente de Cabo Verde, Pedro Verona Rodrigues Pires, e do reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva.

A presidenta, então, retorna a Lisboa onde será recebida com honras militares pelo presidente português Aníbal Cavaco Silva para participar uma reunião no Palácio de Belém. Depois tem uma reunião com o primeiro-ministro José Sócrates na sua residência oficial.

Dilma vai a Portugal no momento em que o país atravessa uma grave crise, que culminou com a renúncia do primeiro-ministro, José Socrates, pela rejeição do Parlamento ao plano de austeridade que ele propôs como forma de enfrentar a crise econômica.

Esta é a segunda viagem oficial de Dilma ao exterior desde que assumiu a Presidência do Brasil, em janeiro. A presidente realizou no final de janeiro uma visita oficial à Argentina, e após ter recebido em Brasília o presidente americano, Barack Obama, deve ir à China entre 11 e 15 de abril.

A última visita oficial de um presidente brasileiro a Portugal foi em maio de 2010, quando Lula assinou vários acordos econômicos com o Governo português e presidiu a entrega do máximo prêmio literário da língua portuguesa, o Prêmio Camões.

Segundo dados oficiais, as trocas comerciais entre ambos os países nos dois primeiros meses de 2011 somaram US$ 421,66 milhões, um aumento de 59,4% em relação ao mesmo período de 2010.

    Leia tudo sobre: dilma rousseffportugal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG