Discussão sobre Código Florestal é burra, diz ministra

Ao destacar muitas restrições locais na lei, a ministra disse que é necessário avançar para agregar valor aos serviços ambientais

Agência Estado |

selo

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse hoje que a discussão sobre o Código Florestal é burra e que os dois lados precisam ceder para que o debate sobre a biodiversidade avance. "Não dá pra duelar, é preciso convergir", disse a ministra em São Paulo, onde participa do Fórum Biodiversidade Brasil, promovido pela Syngenta e o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS). Segundo ela, "é preciso trabalhar a agropecuária e a agricultura sustentável sob outra perspectiva".

Ao destacar que no Brasil há muitas restrições na legislação, a ministra disse que é necessário avançar para agregar valor aos serviços ambientais. "Não dá para associar a discussão somente aos 'biohistéricos' ou 'biodesagradáveis'", disse. Para ela, um dos pontos fundamentais a ser resolvido é a implementação e estratégias de utilização dos recursos destinados à preservação da biodiversidade, e que, para isso, a participação do setor privado é fundamental.

A ministra disse que está sendo elaborada uma agenda nacional de metas para o setor ambiental, que ela chama de Agenda 20-20, porque projeta os desafios a serem vencidos na discussão sobre a sustentabilidade até 2020. "Os desafios são enormes, mas são do tamanho de sermos a quinta economia do mundo", finalizou.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG