Dirceu: 'PT e PMDB estão condenados a governar juntos'

Ex-ministro diz que os dois partidos 'têm a responsabilidade de proporcionar a governabilidade do País'

Ricardo Galhardo e Andréia Sadi, iG Brasília |

Agência Estado
Dutra, Cardozo e Dirceu em reunião do PT
O ex-ministro José Dirceu disse hoje, ao chegar para a reunião do Diretório Nacional do PT, em Brasília, que “o PT e o PMDB estão condenados a governar juntos”. Segundo Dirceu, os dois partidos representam 40% dos votos dos brasileiros e “têm a responsabilidade de proporcionar a governabilidade do país.”

Sobre as negociações entre o PT e PMDB para definir as presidências da Câmara e do Senado, Dirceu observou que o PT fez sacrifícios em favor dos candidatos do PMDB em alguns Estados durante a eleição. “Fizemos de tudo, mais até do que podíamos, para apoiar os candidatos do PMDB”, afirmou.

Ao ser questionado pelos jornalistas se a presidenta eleita ficará refém do PMDB, Dirceu respondeu que Dilma Rousseff não será refém de ninguém. “Ela vai ficar refém do eleitorado dela”, afirmou. Sobre a formação do “blocão” na Câmara, Dirceu disse que o vice-presidente eleito Michel Temer (PMDB) “tem lealdade e as melhores relações com Dilma e o presidente Lula”.

Dirceu disse ainda que não tem conversado com Dilma. “Gostaria muito, mas não tenho”, concluiu.

    Leia tudo sobre: DirceuPTPMDBDilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG