Dirceu critica racha na bancada do PT

"Nossa bancada não é nenhum exemplo de unidade", diz o ex-ministro. Partido está dividido em 2 grupos na Câmara dos Deputados

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

A bem da verdade, nossa bancada não é nenhum exemplo de unidade na Câmara dos deputados”

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu explicitou na noite desta segunda-feira, em um debate sobre reforma política, o racha vivido pela bancada do PT na Câmara dos Deputados.“A bem da verdade, nossa bancada não é nenhum exemplo de unidade na Câmara dos Deputados”, disse Dirceu, na sede do Sindicato dos Químicos de São Paulo.

A bancada federal do PT está dividida desde que o gaúcho Marco Maia venceu o paulista Candido Vacarezza na disputa pela presidência da Casa. O processo de escolha de Ideli Salvatti para o Ministério das Relações Institucionais mostrou que a divisão ainda não foi superada.

Dirceu, que ainda exerce forte influência sobre parte da bancada, disse que pretende falar mais sobre o racha na bancada. “Vou falar cada vez mais sobre isso. Me aguardem”, prometeu.

AE
José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil
Preocupado com os rumos da reforma política no Congresso, Dirceu alertou para os riscos de um retrocesso com o fim do voto proporcional para parlamentares.

Ele comparou a reforma política com o plebiscito pelo desarmamento e admitiu a possibilidade de o PT acabar ficando contra a proposta da maioria do Congresso se insistir no voto em lista fechada e defendeu que o partido “evolua” para a defesa do voto distrital misto.

“É uma proposta mais viável de disputa na sociedade, inclusive”, disse ele.

Embora considere o voto em lista a forma mais avançada de escolha do Parlamento, Dirceu considera difícil convencer a sociedade e defendeu que o PT “reduza a demanda” para o financiamento público de campanhas

    Leia tudo sobre: José DirceuCâmara dos Deputados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG