Dilma viaja aos Estados Unidos para encontro com Obama

Presidenta embarca no domingo para dois dias de visita e tenta aprofundar acordos bilaterais com o país

iG São Paulo |

AE
Dilma embarca no helicóptero da FAB que a leva até a Base Aérea de onde toma o avião presidencial em viagem aos EUA
A presidenta Dilma Rousseff embarcou neste domingo na Base Aérea de Brasília para sua primeira visita oficial aos Estados Unidos entre os dias 9 e 10 de abril, pouco mais de um ano após a vinda do presidente Barack Obama ao País . Dilma chega ao país no fim da tarde e será recebida pelo embaixador do Brasil nos EUA e por representantes do cerimonial americano.

Leia também:

Dilma terá encontro com mulheres presidentes de Harvard e MIT

Visita de Dilma pode aprofundar relação com EUA

Durante a viagem, serão discutidos temas como acordos comerciais, desenvolvimento sustentável, crise econômica, G-20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo) e a reforma do Conselho de Segurança da Organização da ONU.

A questão da isenção de vistos para entrada de brasileiros nos EUA também deve entrar na pauta. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, os dois países têm trabalhado em conjunto, mas o processo que pode levar à isenção cabe exclusivamente aos EUA.

Na segunda-feira, Dilma encontra Obama e, segundo o Itamaraty, vai reiterar o convite para que o presidente americano participe da Rio+20, conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável, em junho. Na bagagem, a presidenta leva obras de arte brasileiras para dar de presente ao americano.

Agência Brasil
Em março de 2011, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, veio ao Brasil para encontro com a presidenta Dilma Rousseff

Saiba mais:

EUA anunciam projeto para facilitar passagem de brasileiros pela 'imigração'

Brasil é o país com maior aumento na emissão de vistos para os EUA

Na terça-feira, Dilma vai a Boston, onde visitará o MIT (Massachusetts Institute of Technology) e terá encontro com bolsistas brasileiros da Universidade de Harvard. Ela também conversa com o governador de Massachusetts, Deval Patrick. A agenda revela a preocupação da presidenta com a questão do intercâmbio entre os dois países.

Os Estados Unidos foram o 2º principal parceiro comercial brasileiro em 2011, após a China. Entre 2007 e 2011, o intercâmbio comercial brasileiro com o país cresceu 37%, passando de US$ 44 bilhões para US$ 60 bilhões. A participação dos Estados Unidos no comércio exterior brasileiro foi de 12,4%, em 2011.

Em 2011, o Brasil foi a 6ª maior fonte de visitantes para os EUA (após Canadá, México, Japão, Reino Unido e Alemanha) e os EUA a segunda maior fonte de visitantes para Brasil (atrás apenas da Argentina).

A visita aos EUA ocorre após viagem de Dilma à Alemanha e à Índia . No primeiro, a presidenta encontrou a chanceler alemã, Angela Merkel, e abriu a Feira Internacional de Tecnologia da Informação, Telecomunicações, Software e Serviços (CeBIT). No segundo, ela participou da 4ª Cúpula dos Brics (grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Ainda no primeiro semestre, Dilma deve ir ao México para a reunião do G-20.

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffEstados UnidosBarack Obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG