Dilma vai liberar novos investimentos para o Amazonas

Estado tem novo sistema de geração de energia elétrica à base de gás natural, inaugurado por Lula

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

A presidenta eleita Dilma Rousseff (PT) vai cumprir seus compromissos de campanha com o Amazonas, liberando novos investimentos para a construção de portos e aeroportos em todo o estado. A afirmação é do presidente Luís Inácio Lula da Silva, em sua rápida visita a Manaus na última sexta-feira, onde inaugurou o parque elétrico.

O parque é composto pelas usinas Tambaqui, que tem capacidade de geração de 95 Megawatts, Jaraqui (76MW) e Manaura (85MW). A Termelétrica Tambaqui fica no Distrito Industrial 2, Zona Sul de Manaus, que faz parte do novo sistema de geração de energia elétrica, a base do gás natural Coari - Manaus  No discurso, Lula afirmou que este novo sistema de energia vai com os constantes apagões no Estado.

Novas indústrias

Lula disse ainda que o novo sistema de geração de energia elétrica vai trazer novas indústrias para o Amazonas. “Além disso, movimenta a economia local e gerar mais empregos ao Pólo Industrial de Manaus”, complementou Lula.  O presidente também agradeceu ao povo amazonense o apoio recebido durante os oito anos de governo.

Depois, na companhia do governador Omar Aziz (PMN), do prefeito Amazonino Mendes (PTB) e dos senadores eleitos Eduardo Braga (PMDB) e Vanessa Grazziotin (PCdoB), Lula inaugurou um conjunto habitacional com 800 residências.  Da Usina, Lula seguiu para o Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus, onde inaugurou o conjunto Cidadão XII.

Cidadão XII

Uma multidão recebeu o presidente e o governador do Amazonas. As 800 famílias beneficiadas viviam em áreas de risco da capital e são de baixa renda. O local tem ruas asfaltadas, água, energia elétrica e uma estação de tratamento de esgoto.  Ao todo, foram investidos na construção do Cidadão XII R$ 25,5 milhões, sendo R$ 9,7 milhões do Governo do Estado e R$ 15,8 milhões do Governo Federal através do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).


    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG