Dilma terá palanque duplo no Pará

Desavença política entre PT e PMDB no Estado podem dar a Dilma dois palanques durante a campanha eleitoral

iG São Paulo |

As desavenças políticas entre PT e PMDB no Pará poderão criar um fato inusitado na eleição de outubro, quando os dois partidos, aliados no plano nacional, tiverem que receber no Estado a pré-candidata a presidente da República, Dilma Rousseff.

Haverá dois palanques para ela, um da governadora Ana Júlia Carepa (PT) e outro do deputado federal Jader Barbalho (PMDB). O PMDB defende abertamente o rompimento com a governadora e estimula Jader a enfrentá-la nas urnas como candidato ao governo.

A governadora é acusada de não honrar os compromissos com seus aliados, sobretudo o PMDB, cujo apoio foi decisivo para acabar com a hegemonia de 12 anos do PSDB no poder estadual. Os peemedebistas receberam algumas secretarias de governo, mas os ocupantes alegam que eram punidos com a falta de recursos e vigiados permanentemente por petistas indicados pela própria Ana Júlia.

    Leia tudo sobre: Dilma RoussefPará

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG