Dilma sabia desde ontem de novas declarações de Jobim

Presidenta foi avisada da fala à revista Piauí, que complicou a situação do ministro da Defesa

Ricardo Galhardo, no Rio, e Clarissa Oliveira, iG São Paulo |

A presidenta Dilma Rousseff já tinha conhecimento ontem das novas declarações do ministro da Defesa, Nelson Jobim, concedidas à revista Piauí . A informação, que chegou a ser tema de conversas no Palácio do Planalto, chegou ontem mesmo ao comando do PT e já circulava nesta quinta-feira em um encontro do partido no Rio de Janeiro. Na manhã desta quinta-feira, representantes da legenda de Dilma já davam como certa a saída do ministro da Defesa.

AE
A presidenta Dilma Rousseff, com o ministro Nelson Jobim
À revista, que só chega às bancas amanhã, Jobim voltou a criticar o governo Dilma, descrevendo como "atrapalhada" a ação da administração federal. O ministro também faz críticas diretas à ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais), que descreve como "fraquinha", e à chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que segundo ele "não conhece Brasília". Os trechos foram antecipados nesta quinta-feira, pelo jornal Folha de S. Paulo .

As novas declarações também ajudaram a reforçar dentro do PT a avaliação de que Jobim estaria agindo para forçar sua demissão da pasta. A tese já havia sido levantada no último fim de semana em reunião do grupo que dá as cartas dentro do partido, liderado pelas correntes Construindo um Novo Brasil, PT de Luta e de Massa e Novos Rumos. "O Jobim está é louco para sair. Tudo nos leva a crer que ele está fazendo isso de propósito", diz um petista com trânsito no Planalto.

A tese do comando petista é a de que Jobim trabalha em favor do tucanato, com o objetivo de desgastar a aliança entre Dilma e o PMDB. Nesta quinta-feira, o secretário de Comunicação do PT, André Vargas, endossou o discurso de líderes do PMDB, que procuraram se isentar da indicação de Jobim para a pasta. "Jobim não representa o PMDB e constrange o próprio partido", afirmou o secretário.

    Leia tudo sobre: Crise na DefesaNelson JobimDilma Rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG