Dilma retarda negociação com PSB de Eduardo Campos

Partido pleiteia as pastas de Integração Nacional e a Secretaria Nacional de Portos

Adriano Ceolin, iG Brasília |

O presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, esperou por dois dias em Brasília um contato da presidente eleita Dilma Rousseff (PT) para discutir os nomes do partido no ministério do futuro governo. Ele tem indicações para a Integração Nacional e a Secretaria Nacional de Portos.

A interlocutores próximos, Campos revelou-se chateado com o fato de ainda não ter sido procurado por Dilma. Na semana passada, ele já havia vindo a Brasília e também ficou sem conversar com a presidente eleita. A diferença principal, no entanto, é que a cota do PMDB não tinha sido definida.

Na noite desta quarta-feira, contudo, os cinco ministros do PMDB foram definidos. Campos estava prestes a deixar Brasília sem sequer um contato com a equipe de transição quando recebeu um telefonema do coordenador do grupo, o deputado Antonio Palocci (PT), já anunciado como futuro ministro-chefe da Casa Civil.

“A ligação do Palocci amenizou um pouco as coisas”, disse um integrante da bancada do PSB na Câmara. Campos tenta emplacar Fernando Bezerra, atual secretário de Desenvolvimento do governo de Pernambuco, como ministro da Integração. Na Secretaria de Portos, o nome mais forte é do deputado Márcio França.

Outro nome cotado do PSB é o do senador Antonio Carlos Valadares (SE) para quem foi oferecido o Ministério de Micro e Pequena Empresa. A nomeação interessa ao presidente do PT, José Eduardo Dutra, primeiro suplente de Valadares no Senado. Por isso, Campos não vê o nome do senador como integrante da cota do partido.

Além de atrasar as negociações com o PSB, Dilma também ainda não procurou o PC do B, atual dono do ministério do Esporte. O atual ministro Orlando Silva pode ser mantido no cargo, mas a deputada federal reeleita Manuela D’Avila também tem chances de ficar com o posto.

    Leia tudo sobre: psbdilma roussefftransiçãoeduardo campos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG