Dilma recebe Sarney, Mantega e reúne coordenação política

Depois de realizar reuniões com chefes de Estado, presidenta encontra com ministros e com equipe de coordenação de seu governo

Andréia Sadi, iG Brasília |

Agência Estado
Dilma no encontro com o príncipe das Astúrias, ao abrir a série de reuniões bilaterais em Brasília
Na primeira segunda-feira de trabalho como presidenta, Dilma Rousseff recebeu nesta manhã o ministro Guido Mantega (Fazenda) e Antonio Palloci (Casa Civil). Além de despachos internos, a presidenta recebeu de Mantega números atualizados e não chegaram a conversar sobre cortes no orçamento da União. Para Palocci teria pedido que intermediasse as rusgas entre PT e PMDB por cargos no governo .

Mais tarde, a presidenta terá reuniões com os presidentes do Senado, José Sarney, e da Câmara, Marco Maia e, no final do dia, Dilma se reunirá, pela primeira vez, com a equipe de coordenação do seu governo.

Ontem, Dilma já havia dado início aos trabalhos após ser empossada. Ela recebeu presidentes internacionais no Palácio do Planalto . No encontro com o príncipe das Astúrias, Felipe de Bourbon, herdeiro da coroa espanhola, Dilma discutiu as relações comerciais entre os dois países. A conversa, que abriu a agenda da presidenta, durou cerca de 40 minutos, ultrapassando o tempo previsto inicialmente, de apenas meia hora. Foi feita uma análise das condições da instalação de empresas espanholas no Brasil, em especial nos setores energético, tecnológico e financeiro.

Na reunião com o primeiro-ministro de Portugal, José Sócrates, foi firmado um compromisso de melhorar a relação comercial entre os dois países. Sócrates afirmou ter dito a Dilma que o Brasil "pode contar, como sempre contou, com Portugal como um aliado fiel". O comércio bilateral foi o principal tema do encontro. "Portugal é uma porta de entrada na Europa para os produtos brasileiros e continuará sendo", declarou Sócrates, quem ressaltou a "crescente relação" que existe entre as empresas dos setores público e privado de ambos os países.

    Leia tudo sobre: dilma rousseffreuniões

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG