Dilma promete concluir Norte-Sul até SP em seu governo

Em visita à ferrovia, que está em obras desde 1987, presidenta evita falar sobre rompimento do PR no Senado

AE |

selo

A presidenta Dilma Rousseff visitou nesta quinta-feira obras da ferrovia Norte-Sul no Estado de Goiás . Em rápida entrevista em Goianira (GO), cidade a 20 km da capital do Estado, Goiânia, Dilma prometeu concluir a ferrovia Norte-Sul de Açailândia (MA) até Estrela d'Oeste (SP) até 2014 e deixar prontos projetos para estender o modal até Rio Grande (RS).

Viagem: Dilma visita ferrovia em obras desde 1987 em Goiás

Roberto Stuckert Filho
Presidenta Dilma Rousseff realiza vistoria às obras da ferrovia Norte-Sul, nos municípios de Anápolis e Goianira

Ao lado do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, a presidenta não quis falar de política. Passos é do PR, mas não agrada à cúpula do partido. Na quarta-feira, senadores da legenda anunciaram o rompimento com o governo.

A visita de Dilma começou por Anápolis (GO), onde ficou por cerca de meia hora no canteiro de obras e conversou com engenheiros. Ela seguiu de helicóptero para Goianira sobrevoando trechos da obra. Dilma se reuniu por mais de duas horas com empresários dos consórcios envolvidos no empreendimento.

Na saída, a presidenta fez a promessa de conclusão até o fim do seu governo. "Nesse período do meu governo, pretendemos estar com ela funcionando, com locomotivas e trens transportando carga e pessoas de Estrela D'Oeste até lá em cima em Açailândia, no Maranhão". Dilma disse ainda haver a intenção de deixar projetos prontos para a extensão da ferrovia até o Rio Grande do Sul. Ela afirmou ter sido "enfática" na defesa do cumprimento de compensações ambientais impostas pelo Ibama dentro do projeto.

Dilma evitou comentar a crise política em sua base de governo. Brincando com os jornalistas, ela afirmou que não trataria de outro tema para não tirar o foco de sua visita. "Eu disse para vocês que, se eu cair na besteira de falar uma coisa que não seja dessa obra, vocês não põem uma coisa dessa obra no jornal". O ministro Paulo Sérgio Passos acompanhou a presidenta, assim como os governadores tucanos Marconi Perillo (GO) e Siqueira Campos (TO).

Confira especial do iG sobre cinco anos do PAC

A ferrovia Norte-Sul foi iniciada em 1987 ainda no governo José Sarney. A obra é comandada pela Valec, empresa pública do ministério dos Transportes. De acordo com o Ministério do Transporte, já foram concluídos no ramo norte da ferrovia Norte-Sul 215 km de Açailândia a Aguiarnópolis (TO) e 504 km de Aguiarnópolis a Palmas, pronto em agosto de 2010. As seções Central e Sul e o ramal de Anápolis seguem em obras.

Protesto

Do lado de fora do canteiro de obras onde aconteceu a reunião da presidenta Dilma com engenheiros, dezenas de professores do Estado de Goiás fizeram um protesto contra o governador Marconi Perillo. Eles entraram em greve depois de o governo alterar a forma de pagamento de gratificações com a justificativa de maiores gastos devido ao piso nacional do magistério.

Na manifestação, os professores lembraram a citação do governador nas investigações que levaram à prisão de Carlinhos Cachoeira , empresário ligado ao jogo do bicho. "Marconi bicheiro, devolve meu dinheiro" era a palavra de ordem.

    Leia tudo sobre: ferroviagoiásdilma rousseffpacprsenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG