Dilma pode vetar pontos polêmicos do Código Florestal, diz Vaccarezza

Líder do governo afirma que o Planalto não concordará ‘em hipótese alguma’ com o acordo traçado entre base e oposição

iG São Paulo |

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou que a presidenta Dilma Rousseff pode vetar os dois pontos polêmicos do Código Florestal. Segundo Vaccarezza, a intenção é convencer a base a seguir o governo na votação que deve acontecer na próxima terça-feira (24).

De acordo com ele, o governo não concordará “em hipótese nenhuma” com a anistia para desmatadores e com o fim da prerrogativa de o Executivo normatizar Áreas de Proteção Permanente (APPs) por decreto. O primeiro ponto consta no relatório de Aldo Rebelo (PC do B-SP) e o segundo faz parte de emenda feita pelo PMDB e apoiada pelos partidos aliados e de oposição.

Mesmo sem um consenso definido para a votação, Vaccarezza disse que a meta do governo é convencer a base. “Seguir o governo é muito melhor do que seguir a articulação da base”, disse, fazendo referência à parcela de parlamentares da base aliada que não concorda com a proposta.

A votação está marcada para começar na manhã da terça-feira e, à noite, o líder espera ter condições de votar a MP 517, que concede incentivos tributários a vários setores da economia e prorroga de 2010 para 2035 a vigência da reserva global de reversão (RGR).

Com Agência Brasil e Agência Câmara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG