Dilma pede para Kassab ir para o PSB e não para o PMDB

Presidenta mandou recado a prefeito de São Paulo que negocia saída do DEM. Para Planalto, PSB é mais confiável que PMDB

Adriano Ceolin, iG Brasília |

A presidenta Dilma Rousseff pediu para o prefeito Gilberto Kassab (DEM) se filiar ao PSB e não ao PMDB, como estava previsto em princípio. A sugestão foi dada, na semana passada, por um emissário do PT de São Paulo com trânsito no Palácio Planalto.

Até o fim do ano passado, Kassab negociava sua ida para o PMDB, partido do vice-presidente da República Michel Temer e que detém a maior bancada no Senado e a segunda maior na Câmara dos Deputados.

Exatamente por causa dessa força Dilma prefere que Kassab opte pelo PSB. O Palácio do Planalto não quer aumentar ainda mais a musculatura do PMDB. Nas duas últimas semanas, peemedebistas e petistas entraram em conflito por causa de cargos no governo.

Além disso, na visão de Dilma e do Palácio do Planalto, o PSB exerce maior controle sobre seus filiados. Nas conversas sobre a filiação de Kassab, os petistas citam como o exemplo o fato de a cúpula do PSB ter impedido o lançamento da candidatura à Presidência de Ciro Gomes.

Presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos já se reuniu com Kassab para tratar da sua possível filiação. O principal empecilho, no entanto, é que o PSB atualmente integra a base aliada do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB)

Colombo e Demóstenes

Além de Kassab, o PSB também tenta tirar do DEM o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo. Ele já teve conversas coma cúpula do PSB. Da mesma forma que Kassab, espera um desfecho na briga interna do DEM para tomar uma decisão. Junto com Colombo, o DEM só conseguiu ganhar um governo do Estado: Rio Grande do Norte, com Rosalba Ciarlini.

Candidato a líder do DEM no Senado caso José Agripino (RN) seja eleito presidente da sigla, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) é outro que sofre assédio do PSB. Ele disse a aliados, porém, que só deixará o DEM caso o partido seja extinto. Nesse caso, outro destino possível de Demóstenes é o PMDB, de quem também já recebeu convite.

    Leia tudo sobre: DilmaKassabDEMPSB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG