Dilma elogia PMDB e exalta lealdade de Temer

Um dia depois da demissão do ministro do Turismo, presidenta afaga partido aliado

Reuters |

Um dia após perder outro ministro do PMDB envolvido em denúncias de irregularidades, a presidenta Dilma Rousseff elogiou a atuação do partido, "aliado fundamental no meu governo", e ressaltou o "vínculo de confiança" com o seu vice, Michel Temer .

AE
Ao lado de Sarney e Temer, Dilma agradece PMDB durante Fórum Nacional do partido em Brasília

"Esse relacionamento com Michel Temer, estreito e efetivo, tem mostrado e tem evidenciado como Michel Temer tem agido com eficiência no governo e lealdade entre nós, tanto no trabalho que ele exerce nas questões próprias do governo, como nas articulações políticas", disse Dilma durante fórum do PMDB para traçar as estratégias para as eleições municipais de 2012.

Os afagos de Dilma a peemebistas surgem após a renúncia de Pedro Novais do cargo de ministro do Turismo, em meio a denúncias de uso indevido de recursos públicos --o quinto ministro a deixar o governo desde junho.

Novais foi o terceiro integrante do partido a deixar um ministério. Nelson Jobim renunciou à Defesa após críticas ao governo e Wagner Rossi deixou a Agricultura também em meio a denúncias de irregularidades.

Dilma elogiou ainda a atuação, no Congresso, da bancada peemedebista, a maior da base aliada.

"Agradeço a ação firme do PMDB por meio do apoio que as suas bancadas na Câmara Federal e no Senado da República prestam ao meu governo. Bancadas sempre presentes e leais quando estão em jogo os interesses do país", declarou.

O discurso de Dilma focou também em saúde e educação, "questões fundamentais ao país", e mais uma vez afirmou que o Brasil está preparado para enfrentar a crise econômica internacional. Disse que a resposta do país passará por crescimento, distribuição de renda e consumo.

"Nós vamos continuar crescendo e gerando emprego. Vamos continuar com nossa estabilidade fiscal e monetária", disse.

Em um discurso rápido antes de Dilma, Temer, quase sem voz devido a problemas de saúde, elogiou o desempenho eficiente da presidenta, e disse que a tarefa do partido é preparar-se para o pleito do próximo ano.

(Reportagem de Hugo Bachega e Jeferson Ribeiro)

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffPMDBMichel TemerJosé Sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG