Dilma e Obama debaterão igualdade de gênero

Estados Unidos querem ampliar memorando de entendimento assinado por Hillary Clinton e Celso Amorim

EFE |

A presidente brasileira, Dilma Rousseff , e o chefe de Estados americano, Barack Obama, incluirão assuntos relativos à promoção da igualdade de gênero em seu encontro em março, informaram nesta quinta-feira fontes oficiais.

"A ideia é fortalecer e ampliar a cooperação na área da mulher", disse à Agência EFE um porta-voz oficial após uma reunião em Brasília entre a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres brasileira, Iriny Lopes, e a embaixadora especial para a assuntos da mulher americana, Melanne Verveer.

A funcionária americana, a terceira autoridade do Governo de Obama que visita o Brasil neste ano, chegou ao País com o objetivo de fortalecer a troca de experiências em assuntos relativos à mulher e à igualdade de gênero.

Anteriormente, estiveram no Brasil o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, e o secretário de Estado adjunto para assuntos econômicos, energéticos e comerciais, José Fernández, que também trataram de temas que serão discutidos por Dilma e Obama.

Segundo a Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny e Melanne decidiram nesta quinta-feira ampliar um memorando de entendimento assinado pela secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e pelo ex-chanceler brasileiro Celso Amorim em março de 2010, a fim de fortalecer a cooperação bilateral na área das mulheres.

Essa nova cooperação resultará em uma maior troca de informações com o objetivo de "eliminar a discriminação contra a mulher e alcançar uma igualdade plena de gênero", informou a secretaria em comunicado.

Além disso, Melanne ofereceu dez bolsas de estudos para pós-graduação em universidades americanas a jovens pesquisadoras brasileiras dedicadas às áreas de engenharia, matemática, física e informática.

Segundo as fontes consultadas pela Agência Efe, Melanne também disse estar "impressionada" com o fato de Dilma ser a primeira mulher a chegar à Presidência no Brasil, o que considerou "muito importante" para que país avance rumo a uma verdadeira igualdade de gênero.

Os assuntos discutidos nesta quinta-feira serão retomados por Dilma e Obama durante a visita que o presidente dos EUA deve fazer ao Brasil em 19 e 20 de março.

Durante sua estadia no Brasil, que termina na sexta-feira, Melanne visitará uma delegacia que atende exclusivamente casos de violência de gênero e irá a Pernambuco, onde se reunirá com representantes de grupos não-governamentais e empresários.

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffDilmaObama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG