Dilma convoca líderes do PT e do PMDB e tenta apaziguar base

Nos próximos dias, a presidenta pretende se reunir com aliados e ouvir diretamente deles as suas reclamações

Reuters |

AE
A presidenta Dilma Rousseff
A presidenta Dilma Rousseff deu início nesta segunda-feira à uma operação política para tentar contornar a insatisfação da base aliada no Congresso e convocou os líderes congressistas do PMDB e do PT, principais partidos da coalizão, para tentar acalmar seus ânimos.

Leia também: Jucá diz trabalhar para manter PR na base aliada

A decisão de tentar se reaproximar do Congresso, tomada na reunião de coordenação política desta segunda, vai atingir todos os partidos, segundo um assessor do Palácio do Planalto.

Nos próximos dias, a presidenta pretende se reunir com mais aliados e ouvir diretamente deles as reclamações que eles têm feito via imprensa, disse a fonte que pediu para não ter seu nome revelado.

Antes de Dilma se reunir com os líderes dos dois partidos, a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, fez um encontro prévio com eles. O vice-presidente Michel Temer também participará da reunião.

A operação política da presidente ocorre depois que a base aliada parou a pauta de votações na Câmara na semana passada e ameaça continuar de braços cruzados pelo menos até a divulgação de um calendários de liberação de emendas parlamentares.

Desde o início do mandato, Dilma sofre com a reclamação de aliados que reivindicam maior proximidade com ela e maior participação nas decisões do governo.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffPMDBPT

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG