Dilma confirma presença no Fórum Social

Presidenta deve ser a única chefe de Estado a comparecer no evento que debate a crise econômica e o meio ambiente

Severino Motta, iG Brasília |

Palácio do Planalto
Dilma estará no Fórum Social na quinta-feira (26)
A presidenta Dilma Rousseff vai participar de duas atividades no Fórum Social Temático (FST) – evento ligado ao Fórum Social Mundial – que acontece a partir desta segunda-feira em Porto Alegre. De acordo com os organizadores da atração, a presença foi confirmada para uma rodada de discussões com o Conselho Internacional do Fórum e para um "diálogo entre a sociedade civil e o governo".

Leia também: De olho na Rio+20, Fórum Social Temático começa nesta terça-feira

Na primeira atividade, que acontece por volta das 17h de quinta-feira, o Conselho deve discutir com a presidenta a logística e a agenda da sociedade civil para a Cúpula dos Povos – evento que vai acontecer paralelamente à Rio + 20 , em junho. Também querem saber como o governo brasileiro vai trabalhar para garantir a presença de chefes de Estado na conferência sobre o clima.

“Até agora não há confirmação de presidentes europeus ou do presidente dos Estados Unidos na Rio + 20. Queremos que a presidenta Dilma trabalhe para que eles venham e decisões efetivas possam ser tomadas durante o encontro”, disse um dos organizadores do FST, Mauri Cruz.

Após a reunião com o Conselho, que será fechada, Dilma vai até o ginásio Gigantinho, onde acontece o diálogo entre o governo e a sociedade civil. “Alguns representantes do Fórum e de movimentos sociais vão ter a palavra, acredito que dois brasileiros, um europeu e possivelmente um africano. Vamos falar sobre a crise capitalista e a justiça social e ambiental. Depois disso a presidenta terá a palavra”, disse Mauri.

A expectativa é que os representantes questionem Dilma sobre o impacto ambiental de grandes obras que estão sendo construídas no Brasil, sobre possíveis vetos ao Código Florestal e sobre as propostas para a Rio + 20.

Presidentes

A intenção do FST era trazer os presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, do Paraguai, Fernando Lugo, e do Uruguai, José Mujica, para formar, junto com Dilma, uma grande mesa de discussões. Kirchner e Lugo informaram que problemas de agenda os impedirá de comparecer ao Fórum. Mujica, por sua vez, não confirmou presença no evento.

Marina Silva

Mauri Cruz disse que a presidenta Dilma não deve se encontrar com a ex-senadora Marina Silva durante o FST. Segundo ele, a candidata derrotada na disputa presidencial estará participando de muitas atividades paralelas no Fórum e não deve poder sequer comparecer ao evento no Gigantinho.

FST

O Fórum Social Temático é uma ramificação do Fórum Social Mundial. O primeiro é realizado em anos pares, descentralizado, com eventos em diversos países, o segundo é centralizado e teve sua primeira – e maioria de edições – em Porto Alegre.

Ele foi idealizado para ser um contraponto ao Fórum Econômico Mundial de Davos e congrega movimentos sociais e Organizações Não-Governamentais (ONG’s). Neste ano o tema é a “Crise Capitalista, Justiça Social e Ambiental”.

    Leia tudo sobre: dilmafst

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG