Dilma confirma mais cinco nomes do primeiro escalão

Pimentel (Desenvolvimento e Indústria), Jobim (Defesa), Mercadante (Ciência), Patriota (Relações Exteriores) e Giles (gabinete)

Andréia Sadi, iG Brasília |

AE
Fernando Pimentel
A presidenta eleita, Dilma Rousseff , confirmou nesta quarta-feira mais cinco nomes do primeiro escalão do governo a partir do ano que vem. Por meio de nota assinada pela assessoria de imprensa, a petista convidou o ex-prefeito de Belo Horizonte e seu amigo de militância Fernando Pimentel (Desenvolvimento e Indústria), Nelson Jobim, que permanece na Defesa e Antonio Patriota, que vai substituir Celso Amorim nas Relações Exteriores. O senador Aloizio Mercadante vai ocupar a pasta de Ciência e Tecnologia. 

O assessor de Dilma na Casa Civil, Giles Azevedo, vai ocupar a chefia de gabinete no governo da presidenta eleita.

     Na semana passada, foram anunciados dez titulares de pastas, os cinco ministros da cota do PMDB. Para esta semana, são esperados ainda os nomes indicados pelo PSB e também o novo ministro da Saúde. Dilma disse a assessores que pretendia finalizar todos anúncios até o dia 15, dois dias antes da diplomação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), mas assessores já admitem que será difícil a definição do ministério completo até o final da semana.

Já foram confirmados o atual ministro do Planejamento, Paulo Bernardo (PT), no Ministério das Comunicações, o retorno do senador Edison Lobão (PMDB) ao Ministério de Minas e Energia e a permanência do também peemedebista Wagner Rossi como ministro da Agricultura. Dilma também anunciou três mulheres no time da nova administração: as petistas Ideli Salvatti, no Ministério da Pesca e Aquicultura e Maria do Rosário, à frente da Secretaria de Direitos Humanos, e a jornalista Helena Chagas à frente da Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

    Leia tudo sobre: transiçãoministrosdilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG