Dilma: comparação com Mandela foi decidida por Lula

A inclusão do tema abordando a resistência à ditadura no programa de TV do PT faz parte da estratégia do comando da campanha

iG São Paulo |

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, disse hoje que a comparação de sua trajetória com a de Nelson Mandela - líder sul-africano que lutou contra o apartheid - no programa do PT, transmitido na noite de ontem, foi decidida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Futura Press
Dilma em cena do programa do PT na televisão
A inclusão do tema abordando a resistência à ditadura no programa de TV do PT faz parte da estratégia traçada pelo comando da campanha petista para se defender antecipadamente dos ataques de adversários. Motivo: a oposição critica a participação de Dilma em grupos de esquerda que pregavam a luta armada, nos anos 60. 

"O presidente queria destacar duas características similares das ditaduras: elas deixam pouca opção para as pessoas. Então, quando você de fato quer combater as ditaduras, você não tem muitas opções e recorre aos meios de que dispõe naquele momento", afirmou Dilma. 

Indagada se considerava legítima a comparação de sua biografia com a de Mandela, a pré-candidata do PT respondeu de pronto: "Se você for olhar o tempo de prisão, não. Ele ficou 27 anos e eu fiquei 3 anos e meio. Mas o sentido não é esse." Dilma disse que a campanha petista quis destacar "o que se faz" diante das ditaduras.

    Leia tudo sobre: dilmaprogramatvmandela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG