Dilma anuncia apoio do PT à reeleição de Cabral

Em lançamento da pré-candidatura de Lindberg, presidenciável diz que palanque de governador do Rio é o único do partido no Estado

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro |

Andre Durão
Dilma durante lançamento da pré-candidatura ao Senado de Lindberg Farias (ao lado dela, de branco)
A pré-candidata à presidência da República pelo PT, Dilma Rousseff, disse neste domingo que o Partido dos Trabalhadores apoiará a reeleição do governador do Rio, Sérgio Cabral.

A afirmação foi feita durante o Congresso do PT, realizado na zona norte do Rio, para lançamento da pré-candidatura de Lindberg Farias (PT-RJ) ao Senado Federal nas eleições deste ano. "O palanque do Sérgio Cabral é o único do Partido dos Trabalhadores aqui no Rio de Janeiro", garantiu. "No que se refere a outros palanques, a coordenação da minha campanha com todos os partidos da base aliada vai avaliar as posições", completou.

Sobre a pré-candidatura de Lindberg Farias ao Senado, Dilma garantiu que o ex-líder estudantil será um orgulho para todos. "Ele vai defender o Estado do Rio com garra e determinação no Senado Federal".

Dilma rejeitou comentar a entrevista do deputado Ciro Gomes ao Portal iG, em que afirmou que o pré-candidato do PSDB, José Serra, é mais preparado para assumir o cargo de presidente da República do que ela. "A opinião dele é a opinião dele. Não tenho o que comentar", disse.

Afirmando que mantém sua admiração e amizade com o político do PSB, Dilma defendeu suas  credenciais para ser candidata à presidência da República. "Tenho experiência nos três níveis de federação", avaliou, lembrando que foi secretária da Fazenda do Rio Grande do Sul, ministra de Minas e Energia, ministra chefe da Casa Civil e participou das grandes lutas do País, como contra a Ditadura Militar e a favor das Diretas Já.

Durante seu discurso no congresso petista, Dilma exaltou a união das três esferas de governo no Rio. Para ela, a parceria iniciada por Lula com Cabral e Eduardo Paes tem de ser mantida. "Temos certeza de que o Rio é o Estado que mais se desenvolveu nos últimos anos. Iniciamos um processo de transformação que é exemplo para o Brasil".

Em seu pronunciamento, ela também reiterou a importância das empresas estatais no fortalecimento econômico do Brasil, posição que a contrasta com Serra, que defende o menor peso do Estado na economia.

"Mostramos que empresas estatais valorizadas são capazes de contribuir para o crescimento do Brasil. Temos como exemplo a Eletrobras e a Petrobras. As empresas estatais são armas poderosas contra as crises internacionais, das quais não fomos responsáveis", afirmou. 

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffPTEleições 2010Sérgio Cabral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG