Dilma: 'Fico triste quando alguma coisa dá errado no governo'

Para presidenta, que perdeu dois ministros num período de um mês, 'todo mundo vê que, num governo, tem muitas dificuldades'

Valor Online | 12/07/2011 17:34

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Em entrevista a rádios do Paraná, a presidenta Dilma Rousseff disse nesta terça-feira ficar triste quando coisas erradas acontecem no governo. A presidenta visitou o município de Francisco Beltrão (PR) para lançar o plano da safra 2011/2012 da agricultura familiar. Ao comentar que fica feliz com o neto Gabriel, que "quase destrói as costas de todos os que estão em volta", Dilma emendou: "Tem dias em que eu fico triste".

Ao ser questionada sobre o motivo, respondeu: "Uai, quando as coisas.. quando acontece alguma coisa errada no governo". "Todo mundo pode perceber que a gente, num governo, tem muitas dificuldades", disse a presidenta, que enfrentou a saída de dois ministros em apenas um' mês no início de seu governo por denúncias de irregularidades.

Foto: AE

Presidenta, que foi ao Paraná para lançar plano de agricultura familiar (foto), também concedeu entrevista a rádios locais

No dia 7 de junho, Antonio Palocci, do PT, deixou a Casa Civil depois da descoberta de seu rápido enriquecimento com a prestação de consultoria a empresas.  Já Alfredo Nascimento, do PR, deixou o Ministério dos Transportes na semana passada por conta de denúncias envolvendo a Pasta, o PR e um de seus filhos. Dilma, no entanto, disse que o Brasil é "mais motivo de alegria do que de tristeza".

"O Brasil é uma das poucas economias do mundo que estão crescendo", citando a crise na Grécia, e os problemas enfrentados por Itália e Estados Unidos. "O Brasil vai ser uma das maiores economias do mundo, principalmente porque vamos acabar com a miséria neste País", afirmou.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG


Ver de novo