Deputados defendem integração de Roraima à região Sul

Exército promove operação ¿Transamazônica Viva¿ e recomenda revitalização da rodovia Perimetral Norte

Ricardo Gomes, iG Roraima |

Os deputados estaduais de Roraima, Remidio Monai (PR) e Leonidio Laia (PRTB), defenderam a integração do Estado com a região Sul, para facilitar a produção agrícola e formatar um novo modelo econômico e social na região Norte. Eles participaram da operação “Transamazônica Viva,” do 2º Grupamento Militar da Amazônia.

A operação foi realizada em parceria com os demais comandos militares da região Norte. Monai e Laia, a operação foi estratégica na apresentação de propostas para a integração de Roraima com os estados do centro Sul. E defenderam a facilitação da integração rodoviária, interligando Roraima. Para os parlamentares, a integração foi estrategica.

Perimetral Norte

Essa integração, acrescentaram, seria feita pela localidade de Entre Rios, pertencente ao município de Caroebe com o estado do Pará, na cidade de Óbidos, como plano estratégico da rodovia Perimetral Norte. Os deputados estaduais defenderam a proposta junto ao Comandante Militar da Amazônia, general Luis Carlos Gomes Matos. Ele informou que existe um planejamento de integração.

O general acrescentou que falta apenas consolidar o planejamento, com a estruturação do projeto da Rodovia. Os deputados Monai e Laia explicaram a importância da rodovia como estratégia de desenvolvimento para Roraima, que a exemplo da interligação pela BR 174, teria uma segunda opção de saída e Roraima teria melhor acesso aos estados da região Sul, encurtando distância e reduzindo preço do frete.

Escoamento da produção

Para Leonidio Laia, a “Transamazônica Viva” mostrou a estratégia no escoamento dos produtos pela rodovia. A BR 174 atualmente apresenta trafegabilidade regular, necessitando apenas de manutenções efetivas. Sem duvida, a operação do Exército, que auxiliou na construção da rodovia, mostrou a necessidade de diminuir as limitações entre os estados da região Norte.”

Roraima se insere neste aspecto pela limitação terrestre com o estado do Amazonas, acrescentou Laia. O deputado Remidio Monai disse que é viável a viabilidade do estudo e o planejamento do Exército, defendendo a interligação de Roraima com o estado do Pará. “Partindo de Entre Rios, uma sinalização importante para o escoamento dos produtos," observou.

Caribe e Guiana

O deputado disse ainda que tendo como partida econômica o mercado com os países do Caribe e com a própria Guiana, isso geraria divisas na formatação de um novo modelo econômico para Roraima e o Pará, considerado um ponto estratégico na questão do transporte terrestre, entre os estado da região Norte.

"A BR - 210 – conhecida como Perimetral Norte – foi planejada no auge do desenvolvimentismo econômico do regime militar, para cortar a Amazônia brasileira desde o Amapá até a fronteira colombiana do Amazonas. O projeto foi feito parcialmente. Esperamos que os próximos projetos contemplem a retomada,” concluiu Remidio Monai.

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG