Deputado recua e desiste de projeto sobre 'mordaça' nas eleições

Bonifácio de Andrada decidiu retirar proposta de impedir divulgação da investigação de crimes cometidos por candidatos

AE |

selo

O deputado federal Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) decidiu retirar da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) o Projeto de Lei (PL) 2.301/11, que tinha o objetivo de proibir a divulgação de investigações de crimes cometidos por candidatos no período eleitoral. O projeto queria impedir a divulgação ou publicação de "sindicância, procedimento investigatório, inquérito ou processo, ou qualquer ocorrência de natureza penal" relativa a crimes culposos cometidos por candidatos durante os quatro meses de campanha.

Entenda o caso:
Projeto quer mordaça sobre investigações contra candidatos em eleições

Em nota, o parlamentar informou que "problemas técnicos de redação e de conteúdo" "suscitaram dúvidas quanto ao entendimento" do texto. "O objetivo do autor com a proposição era evitar exploração política contra candidatos no período eleitoral por infração culposa (não havendo intenção de crime, mas imperícia, imprudência ou negligencia)", afirma a nota.

Em entrevista, o deputado salientou que não tinha intenção de "amordaçar nada", mas assumiu que, do jeito que o projeto estava, dava "impressão" de mordaça. O parlamentar também informou que tinha intenção de fazer alterações no texto, que foi devolvido sem manifestação pelo relator na CCJD, o deputado federal Jutahy Júnior (PSDB-BA), mas, com a iniciativa de ontem, Andrada encerrou definitivamente a tramitação do projeto.

    Leia tudo sobre: congresso nacionaleleições 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG