Deputado Federal mais votado no Pará pode ser cassado

Wladmir Costa é acusado de compra de votos pelo Ministério Público Eleitoral, que pediu sua cassação

Pollyana Bastos, iG Pará |

O Deputado Federal reeleito no último dia 3 de outubro, Wladmir Costa (PMDB), pode ter o registro de candidatura cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA). O Ministério Público Eleitoral (MPE) encaminhou à justiça uma representação acusando Wladmir de oferecer cursos de informática gratuitos à população em troca de votos.

Caso o tribunal considere o deputado culpado do crime de compra de votos, Wladmir fica impedido de tomar posse, se o julgamento acontecer após a diplomação o mandato será cassado. Os cursos de informática gratuitos aconteceram no município de Itupiranga, Sudeste do Estado.

T estemunhas confirmam

Testemunhas afirmam que o candidato veiculou a propaganda do curso em carros som, a mensagem informava que a rádio Jovem FM, onde o curso seria oferecido, era propriedade do deputado. De acordo com os instrutores, 1180 jovens com mais de 15 anos foram matriculados.Os alunos confirmaram ao MPE o conteúdo da propaganda, vinculando Wladmir Costa ao curso gratuito.

Apesar de não constar formalmente como sócio da rádio, a apuração do MPE contatou que a população reconhece a relação entre o deputado e o veículo de comunicação, acreditando inclusive que ele seja de fato proprietário da rádio. Wladmir Costa foi o candidato mais votado para a Câmara dos Deputados no Pará, com 236.514 votos em todo o estado.

Em Itupiranga conseguiu 4.896 votos, o equivalente a 22,85% dos votos válidos do município. Para o MPE os números revelam o “sucesso da empreitada ilícita”.

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG