Deputado é forçado a tirar foto com material pornô

Durante assalto, deputado Padre Afonso Lobato (PV) é obrigado a segurar material pornográfico e dizer palavrões

AE |

selo

Divulgação
Padre Afonso foi mantido refém
O deputado estadual paulista Padre Afonso Lobato (PV), que foi vítima nesta manhã de um assalto à sua residência, no bairro da Independência, em Taubaté, no interior paulista, foi obrigado pelos criminosos a se deixar fotografar segurando material pornográfico trazido pelos suspeitos em uma sacola.

O parlamentar também teve de proferir palavras e frases "de baixo calão", segundo nota divulgada por seu assessor. Por volta das 8 horas, cinco criminosos armados invadiram o imóvel, após anunciar a entrega de uma cesta de café da manhã e render uma funcionária.

Além de Padre Afonso, duas funcionárias e o motorista foram amarrados com algemas de plástico e permaneceram assim por mais de uma hora enquanto a casa era revirada. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

De acordo com o deputado, os assaltantes estavam em busca de R$ 1,5 milhão, valor que supostamente estaria escondido na casa. Os criminosos acabaram levando R$ 9 mil que estavam no cofre da residência, além de relógios, óculos de sol, roupas e um celular. O caso foi registrado na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Taubaté.

    Leia tudo sobre: deputadoPVpornôPadre Afonso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG