Deputado do PSDB pede extradição de Battisti ao STF

Fernando Franceschini toma por base ameaça italiana de levar o caso à Corte Internacional de Haia

Agência Estado |

selo

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), vai analisar uma ação popular apresentada pelo deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR), pedindo a suspensão e a anulação do ato da Presidência da República que rejeitou a extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti. Na ação, o deputado argumenta que a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) causa "grave crise diplomática com o governo da Itália".

O deputado tucano lembra que a permanência de Battisti no Brasil pode levar o caso à Corte Internacional de Haia e afetar um tratado comercial e militar "destinado a movimentar R$ 22,1 bilhões" entre os dois países.

Ao reforçar que a extradição foi aprovada pelo STF, Francischini diz que a rejeição viola a moralidade administrativa por ser "movida por pauta puramente ideológica" e desrespeita tratados e convenções internacionais ratificados pelo Brasil.

    Leia tudo sobre: battistibrasildilma rousseffministros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG