Delúbio Soares formaliza pedido de refiliação ao PT

Direção nacional do partido vai apreciar pedido na reunião que inicia nesta sexta-feira, em Brasília

Ricardo Galhardo, enviado a Brasília |

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares protocolou formalmente na manhã desta quinta-feira um pedido de refiliação ao partido, do qual foi expulso em 2005 acusado de gestão temerária. O pedido será avaliado sexta-feira e sábado pelo diretório nacional do PT.

O pedido está nas mãos do presidente em exercício da legenda, Rui Falcão, que dirige a reunião da executiva nacional do partido na qual será definida a pauta do diretório. Segundo o PT, o pedido é um texto curto e objetivo de três parágrafos, diferente da solicitação feita em 2009, na qual Delúbio fazia uma longa argumentação.

Delúbio é esperado na reunião da chapa que venceu a eleição direta do partido encabeçada pela corente Construindo um Novo Brasil . Ele foi convidado a participar da discussão sobre seu retorno aos quadros petistas.

Divergências

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), disse acreditar que o PT vá aceitar o pedido de Delúbio mas considera, pessoalmente, o momento errado para o partido discutir o assunto.  "O assunto volta à tona e pode influenciar no julgamento o que prejudicaria o próprio Delúbio", afirmou. O ex-tesoureiro é um dos 39 réus no processo do mensalão.

Costa, que é citado como possível sucessor de José Eduardo Dutra na presidência do PT, descartou que haja um acerto em relação a seu nome. "Estou fazendo um trabalho forte na bancada e não gostaria de deixar isso na metade do caminho. No momento não cogito a presidência do PT", afirmou.

    Leia tudo sobre: delúbio soaresPTmensalão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG