Delator da crise no Esporte entrega 13 arquivos à Polícia Federal

João Dias Ferreira volta a prestar depoimento na tarde desta nesta segunda-feira

AE |

selo

O policial militar João Dias, delator do suposto esquema de corrupção no Ministério do Esporte , presta novo depoimento à Polícia Federal, em Brasília, no começo desta tarde. Ele informou à imprensa, na entrada do prédio, que foi até o local entregar 13 mídias e vários documentos detalhando como funcionava o esquema. "Devagar vamos trazendo novidades para reforçar tudo que afirmamos", afirmou.

Leia também: Dias diz à PF que tem áudio com cúpula do Esporte

AE
Policial volta a falar à PF nesta segunda-feira

Entre as mídias, ele disse que estão dois áudios, publicados pela revista Veja nesse fim de semana, nos quais dirigentes do ministério instruem o policial a fraudar documentos de prestação de contas de dois convênios firmados com a pasta por meio de duas ONGs que o policial dirige.

Segundo as denúncias de João Dias, no Ministério do Esporte funcionava um esquema montado pelo PC do B para arrecadar "pedágio" de ONGs que atuavam na pasta por meio do Programa Segundo Tempo. Ele disse que o PC do B fazia esse esquema para arrecadar recursos para campanhas. Ele ressalvou, porém, que nos áudios não aparece a voz do ministro Orlando Silva, acusado por João Dias como o mentor do suposto esquema.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG