De volta da África, Dilma decide futuro de Orlando Silva

Presidenta reuniu-se ontem com auxiliares para avaliar acusações contra o ministro do Esporte e deve conversar hoje com o auxiliar

Reuters |

AE
Crise ganhou força durante viagem de Dilma à África
A presidenta Dilma Rousseff deve decidir nesta sexta-feira sobre o futuro do ministro do Esporte, Orlando Silva, depois de uma reunião que deve ter com o auxiliar para discutir as acusações de corrupção. "Ela quer se reunir com ele pessoalmente antes de tomar uma decisão", disse uma fonte do governo.

Leia também:
- Esporte vive situação de crise, diz Carvalho
- Dilma critica 'apedrejamento moral' de Silva
- Ministro recebeu propina, diz revista

Orlando Silva é acusado de coordenar um esquema de desvio de recursos que seriam destinados a convênios com organizações não-governamentais firmados pela pasta no âmbito do programa Segundo Tempo. Esse desvio supostamente beneficiaria o ministro e seu partido, o PCdoB.

Dilma, segundo a fonte, reuniu-se com auxiliares na noite de quinta-feira para revisar as alegações contra Silva,  depois de ter retornado da viagem oficial que fez na última semana à África. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo , a presidenta já teria decidido demitir o auxiliar.

O ministro do Esporte nega as acusações e afirma que elas são uma represália à decisão da pasta de romper convênios firmados com entidades dirigidas pelo policial militar João Dias Ferreira e reivindicar a devolução dos recursos destinados a esses acordos. Dilma já perdeu quatro ministros envolvidos por denúncias de irregularidades.

    Leia tudo sobre: crise no EsporteOrlando SilvaDilma Rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG