Homenagem a ex-presidente e senador é realizada na Câmara Municipal de Juiz de Fora

Um culto ecumênico foi realizado na Câmara Municipal de Juiz de Fora, onde acontece o velório do senador e ex-presidente Itamar Franco. Ele morreu neste sábado , após ter um AVC . Itamar não resistiu a uma pneumonia grave contraída durante o tratamento de quimioterapia a que era submetido, por causa de uma leucemia .

O culto, que aconteceu às 16h25, contou com a presença de três representantes da Igreja Católica e três pastores. Quem presidiu a cerimônia foi o monsenhor Miguel Falabella. A cerimônia durou 20 minutos e foi acompanhado por familiares de Itamar, como as filhas Fabiana e Georgiana, além da irmã Mathilde.

Falabella recomendou “repouso eterno e brilho para a luz”. O monsenhor pediu ainda perdão aos pecados cometidos por momentos de fraqueza e deixou uma “palavra de esperança” para que a família coloque Jesus no coração, neste momento difícil. “Itamar foi um homem público com honestidade e a vida dedicada às pessoas. Juiz de Fora perde muito e Minas Gerais também”, discursou Falabella, que ao final da cerimônia lançou água benta sobre o caixão.

Presidente da Câmara Municipal de Juiz de Fora, o pastor Carlos Bonifácio, do PRB, também falou durante o culto ecumênico. Ele destacou o cuidado com a honestidade mantido por Itamar, "um exemplo a ser seguido".

Já o pastor Darci Ferreira da Silva, da Igreja Sara Nossa Terra, disse que Itamar teve dois grandes princípios em sua vida: a fé em Deus e a fé em si próprio. “O despertar da fé em nós mesmos é importante”, ressaltou o pastor, lembrando ainda de um encontro que teve com o ex-presidente no final das décadas de 1980. “Ele tinha como princípio a humildade acima das pessoas”. Também participaram da solenidade um padre chamado Leonardo e o pastor Máximo Araújo de Assis, do Conselho Monoteísta Mundial.

Missa é celebrada no velório de Itamar, em Juiz de Fora
Denise Motta
Missa é celebrada no velório de Itamar, em Juiz de Fora

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, José Sarney e Fernando Collor estiveram no velório de Itamar neste domingo e prestaram sua homagem. Além deles, políticos como o vice-presidente Michel Temer, o ministro Aloizio Mercadante e o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, também passaram pela Câmara Municipal.

Ao longo do dia, além dos políticos populares fizeram fila para se despedir de Itamar. O corpo do ex-presidente será levado nesta segunda para Belo Horizonte e cremado em Contagem.

Segundo a assessoria de Dilma Rousseff, a presidenta viaja nesta segunda-feira às 9h30 para Belo Horizonte, onde acompanhará o velório do ex-presidente Itamar Franco. Viajam com ela os ministros Antonio Patriota (Relações Exteriores), Gleisi Hoffman (Casa Civil), Ideli Salvatti (Secretaria de Relações Institucionais) e Helena Chagas (Secretaria de Comunicação Social).

* Colaborou Fred Raposo, iG Brasília

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.